Bem-vindo à Agência de Desenvolvimento de Juiz de Fora e Região!

Horário de Funcionamento de 13:00 às 19:00

Av. Getúlio Vargas, 455 / 4° andar Centro , Juiz de Fora, MG

(32) 3215.7100(32) 3217.9846

28Nov

Prefeitura divulga novas açõe


por: Assessoria

A Secretaria de Saúde (SS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) divulgou na tarde desta segunda-feira, 28, em entrevista coletiva, o novo pacote de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. Participaram os secretários de Comunicação Social, Michael Guedes, e de Saúde, Elizabeth Jucá, além do subsecretário de Vigilância em Saúde, Rodrigo Almeida.

Entre as medidas apresentadas, a novidade é que em novembro os agentes de combate a endemias iniciaram o processo de regionalização e zoneamento. Este trabalho consiste no desenvolvimento das atividades de campo no âmbito das áreas de abrangência referentes a uma Unidade de Atenção Primária à Saúde (Uaps), subdividida em zonas restritas, denominadas áreas de zoneamento, que correspondem ao espaço de atuação e responsabilidade de um agente. Cada zona tem, em média, mil imóveis, o que proporciona maior vínculo e identificação deste profissional com a comunidade na qual ele desenvolve seu trabalho.

Além disso, o Exército Brasileiro fará novamente parceria com a PJF para ações de vistorias e tratamentos focais, com objetivo de aumentar o número de visitas e controlar o vetor. A previsão é de que as ações tenham início na primeira semana de dezembro, com cerca de 90 militares atuando.

Foi anunciado, ainda, que os agentes comunitários de saúde serão gratificados pela visitação, com preenchimento de boletim vetorial, sendo, assim, um incentivo a mais para contribuírem com os trabalhos. Ações anteriormente realizadas também serão retomadas a partir de dezembro, como os mutirões de limpeza urbana, com base no Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (Liraa), o trabalho de mobilização social com a população nos bairros, a blitz educativa em parceria com a Polícia Militar (PM) e a Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) em bairros prioritários, a ampliação dos trabalhos de vistoria dos 230 pontos estratégicos da cidade a cada 15 dias e a participação da "Sala de Operações", com todas as secretarias da PJF e outros parceiros.

As entradas forçadas, com notificações e multas por descumprimento ao proprietário do imóvel, também serão acentuadas através da Secretaria de Atividades Urbanas (SAU), do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb), da Secretaria de Obras (SO), da Procuradoria Geral do Município (PGM) e da Guarda Municipal (GM), nos locais que apresentarem risco sanitário eminente.

Segundo Beth Jucá, o adiantamento das ações não faz parte de uma campanha em especial. A PJF, através de todas as secretarias, promoverá ações permanentes durante o ano: "Articulados com a Secretaria de Estado de Saúde, formulamos as ações que serão aplicadas do município. Além disso, queremos promover nova capacitação do Zukalab, dessa vez direcionada aos municípios vizinhos, ampliando a área de cobertura das ações de combate ao Aedes".

Outro ponto apresentado na coletiva foi a estratégia de comunicação. Para o secretário de Comunicação Social, Michael Guedes, o trabalho, além de informar a população, deverá ser educativo. O município aplicará o projeto do Instituto Oswaldo Cruz, seguindo o que foi adotado em Cingapura, através das campanhas de conscientização da responsabilidade que cada um tem com sua residência. Segundo dados do Ministério da Saúde, 80% dos focos do mosquito estão nas casas, por isso, a campanha para eliminação dos possíveis focos com apenas dez minutos para a vistoria será muito trabalhada: "A estratégia é mostrar a importância da participação de todos, não apenas em período de campanha, mas como conduta a ser praticada diariamente".

Outras ações

- Nesta terça-feira, 29, às 14 horas, a SS realizará o "Fórum Arboviroses: Aprendendo com a Epidemia de 2016 - Rede de Assistência da Urgência e Emergência". A ideia é capacitar os profissionais da rede pública e privada para o acolhimento, discutir os casos clínicos e tratar sobre os protocolos de atendimento entre a rede de saúde.

- Seminário Unimed - Parceria que será realizada em 5 de dezembro.

- Apresentação de dados epidemiológicos e protocolos, pela equipe de Vigilância em Saúde, para os profissionais da rede.


* Informações com a Assessoria de Comunicação da Secretaria de Saúde pelos telefones 3690-7123/ 7389.

 


Últimas Notícias



Galeria de Fotos