Bem-vindo à Agência de Desenvolvimento de Juiz de Fora e Região!

Horário de Funcionamento de 13:00 às 19:00

Av. Getúlio Vargas, 455 / 4° andar Centro , Juiz de Fora, MG

(32) 3215.7100(32) 3217.9846

10Mai

Aeroporto Regional pode ser alfandegado até julho


por: Tribuna de Minas

 

O Aeroporto Presidente Itamar Franco, entre Rio Novo e Goianá, estará apto para despachar cargas para importação e exportação em julho. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (09) pelo diretor da Multiterminais, empresa que administra o local, Ricardo Vega, durante evento do movimento "Pró Aeroporto Itamar Franco" realizado na sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) Regional Zona da Mata. O encontro reuniu autoridades para assinatura de um documento em prol da manutenção dos voos comerciais na pista.

Segundo Vega, na última quarta-feira, 8 de maio, representantes do aeroporto, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento se reuniram em Belo Horizonte para discutir o assunto. "O terminal está sendo alfandegado. A previsão é de que em 60 dias o espaço esteja apto para o despacho de mercadorias."

Sobre o processo de internacionalização, Vega afirmou que a análise continua em andamento. "A retirada do morro, localizado na cabeceira Sul da pista, significa muito para este projeto. Os órgãos competentes estão avaliando nosso aeroporto, em seguida saberemos quais equipamentos são necessários para estas operações. A Multiterminais está preparando documentos para apreciação das autoridades da aviação civil." O diretor diz que não é possível prever data para a conclusão do processo. "A última etapa consiste na autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e do Departamento de Controle de Espaço Aéreo (Decea)."

Com relação a interrupção dos voos comerciais no Itamar Franco, Vega afirma apenas que a Multiterminais continua com os planos para conseguir novas companhias para o transporte de passageiros e de cargas. "Ainda não temos nenhuma definição." No dia 10 de abril, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras, única companhia que opera no local, solicitou à Anac a transferência dos voos para o aeroporto Francisco Álvares de Assis (Serrinha) em Juiz de Fora. De acordo com a assessoria do órgão regulador, "não há novidades sobre a questão."

Evento

Nesta quinta foi apresentado o documento que será enviado à presidente Dilma Rousseff e ao ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC) da Presidência da República, Moreira Franco, relatando a situação atual dos aeroportos Itamar Franco e Serrinha. "Também fazemos uma consideração sobre a perda dos voos para a Zona da Mata. A situação é um contrassenso com o atual momento, em que o país assiste o apoio do Governo federal aos aeroportos regionais", explicou a deputada Margarida Salomão, responsável pela iniciativa. Segundo ela, o documento será entregue pela bancada estadual e federal.

O prefeito Bruno Siqueira ressaltou a importância do apoio em várias esferas políticas. "Estamos unidos defendendo que precisamos ter voos para os passageiros da região. Sabemos que a decisão da Azul é de permanecer em apenas um terminal, então trabalharemos para que o outro tenha novas companhias aéreas." O prefeito destacou que, em conversa inicial, o executivo da companhia José Mário Caprioli se mostrou disposto a estudar a possibilidade de manter voos com destino aos aeroportos da Pampulha, em Belo Horizonte, e Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

O presidente da Fiemg, Francisco Campolina, destacou que o documento tem apoio de 45 prefeituras da região, além de associações comerciais e sindicatos. "O nosso desenvolvimento passa pela atividade plena de ambos os terminais. Lutamos para ter dois aeroportos, agora vamos lutar para tê-los operando de forma efetiva."

 


Últimas Notícias



Galeria de Fotos