Bem-vindo à Agência de Desenvolvimento de Juiz de Fora e Região!

Horário de Funcionamento de 13:00 às 19:00

Av. Getúlio Vargas, 455 / 4° andar Centro , Juiz de Fora, MG

(32) 3215.7100(32) 3217.9846

18Abr

Bruno busca apoio de autoridades da aviação


por: Tribuna de Minas

O prefeito Bruno Siqueira enviou, nesta quatrta-feira (17), ofício para a Azul Linhas Áreas Brasileiras, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a Secretaria de Aviação Civil (SAC) e o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, solicitando apoio para evitar a redução dos voos do aeroporto Francisco Álvares de Assis (Serrinha), em Juiz de Fora. No documento, ele relata o crescimento e a relevância econômica das atividades do terminal que, no último ano, bateu a marca de cem mil passageiros transportados.

Em entrevista à Tribuna, Bruno Siqueira disse que a intenção é mobilizar as autoridades sobre a necessidade de Juiz de Fora ter conexões regulares para as cidades de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo, conforme registrado em outubro de 2012. "Conversei com o ministro Moreira Franco por telefone para expor a situação, e ele me pediu que encaminhasse o ofício. Estou em contato direto com o secretário estadual de Transporte e Obras Públicas (Setop), Carlos Melles, para que possamos mobilizar ações da Prefeitura em conjunto com o governo de Minas." Segundo o prefeito, na semana que vem, o secretário irá se reunir com representantes da Azul para conversar sobre o assunto.

O prefeito destacou, ainda, que a decisão da empresa de pedir a transferência dos voos do aeroporto presidente Itamar Franco, entre Goianá e Rio Novo, para o Serrinha e, posteriormente, encerrar as conexões de Juiz de Fora com os terminais da Pampulha, em Belo Horizonte, e o Internacional de Guarulhos, em São Paulo, foi unilateral. "A PJF e o Governo de Minas não foram informados sobre o pedido. Quando soubemos, pela imprensa, começamos a trabalhar ao máximo para manter os voos nos dois aeroportos", afirma. No documento enviado nesta quarta, Bruno destaca que o Serrinha e o Itamar Franco "fazem parte de uma estrutura complementar, e que, de modo algum, devem ser vistos como concorrentes."

A assessoria da Anac informou que o órgão não pode interferir na manutenção dos voos da Azul, pois "trata-se de uma decisão comercial." E explicou que a agência apenas "dá o parecer sobre as condições dos aeroportos para realizarem determinado tipo de operação." O prefeito de Juiz de Fora destacou que, mesmo se tratando de uma decisão comercial, espera que as ações em conjunto com o Governo de Minas "sensibilizem as autoridades competentes para que a Zona da Mata não reduza as atividades aeroportuárias."

 


Últimas Notícias



Galeria de Fotos