Bem-vindo à Agência de Desenvolvimento de Juiz de Fora e Região!

Horário de Funcionamento de 13:00 às 19:00

Av. Getúlio Vargas, 455 / 4° andar Centro , Juiz de Fora, MG

(32) 3215.7100(32) 3217.9846

12Jun

Redes Sociais no ambiente de trabalho


por: Ecaderno

O acesso às redes sociais no ambiente de trabalho é uma realidade. Tal fato gera polêmica quanto o que seria mais adequado: usar ou não usar rede social durante o expediente? Muitas empresas adotam uma política de restrição ou até de proibição quanto ao uso de facebook e twitter, por exemplo. Já outras, têm sido mais tolerantes em relação ao acesso aos sites de relacionamento. Mas será que o uso de redes sociais no trabalho pode prejudicar o rendimento dos funcionários? Como contornar esta situação sem adotar uma postura de tirania por parte das organizações?
Para Lucas Sarruf, consultor de Recursos Humanos da Ciclo RH, a utilização das redes sociais no trabalho pode diminuir a produtividade do funcionário quando ele não estabelece um limite de tempo para acesso. "Não há problemas em usá-las, desde que as atribuições principais não sejam deixadas de lado. O mais adequado é que se estabeleça um horário ou um tempo limite para a utilização destas redes. O bloqueio definitivo pode gerar um processo traumático no relacionamento com os funcionários. Portanto, antes de soluções radicais, cabe à empresa alguns momentos de conscientização quanto ao uso adequado de tais ferramentas", conscientiza Lucas.
A designer Marcela de Souza Lima conta que na empresa em que trabalha as redes sociais são bloqueadas. "Aqui todo tipo de rede social é bloqueada. Sites de jogos, blogs e outros sites também não são liberados para os funcionários. Já e-mail, MSN e gtalk somos livres para usar". Para Marcela, a empresa está certa em restringir o uso dos sites de relacionamento. "Por serem sites nos quais as pessoas postam novidades em tempo real, ficamos curiosos para checar sempre que possível. Acho que o rendimento do trabalho ia cair muito. Além de você ver os posts dos outros, ainda ia ficar mostrando para o pessoal do trabalho: olha esse meme, veja como fulano engordou e por aí vai. Sem falar na questão da segurança em relação ao trabalho que realizamos, o qual não pode sair da empresa", enfatiza a profissional.
Deve-se ressaltar que existem pontos positivos na utilização das redes sociais no trabalho. Muitas delas são poderosas ferramentas de prospecção e relacionamento das organizações com seus clientes. Internamente, as redes também podem ser utilizadas como veículo de comunicação entre os funcionários, já que otimizam tempo e custos diversos. De acordo com Lucas, caso a empresa queira restringir o uso das redes sociais, ela não deve se esquecer dos outros meios de comunicação interna, como a intranet e o e-mail corporativo.
É o que ocorre na Affero, empresa do ramo de educação corporativa, que utiliza sua própria rede social para facilitar a comunicação entre os funcionários. Francisco Ferreira, diretor de TI da Affero, explica como funciona o youKnow, ferramenta interna de redes sociais: "Ela trabalha de maneira integrada à nossa intranet e permite que todos os colaboradores sejam capazes de publicar conteúdos como vídeos, artigos, apresentações e podcasts. Cada colaborador possui um blog e muitos escrevem regularmente. Também agrupamos as pessoas em comunidades temáticas que são criadas em função dos negócios e das áreas da empresa. Existe, ainda, um espaço para discussão de temas de interesse geral como qualidade de vida, vinhos e fotografia. Para Francisco, existem duas grandes vantagens em seu usar uma rede interna: a segurança da informação e a capacidade de adaptação à realidade de cada companhia.
Apesar de ter sua própria rede social, a empresa libera o uso das redes "populares". "Como trabalhamos neste meio, entendemos que temos que encorajar os usuários a colaborar e a conhecer todas as ferramentas de mercado. Quanto mais se ganha intimidade com as redes sociais, mais o seu uso se expande dentro da empresa", ressalta.
O diretor de TI deixa claro que, na visão da Affero, as redes sociais são ótimas ferramentas de interação e aprendizado. "Por este motivo, também estimulamos o uso do Facebook e do Twitter. Eles fazem parte do nosso negócio. Também usamos muito o LinkedIn para atrair talentos para a empresa. A nossa página de carreiras é um grande sucesso e uma das com maior crescimento de seguidores no país" finaliza.


Últimas Notícias



Galeria de Fotos